NOVO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DISSUASOR

15/1/2017

1/3

O novo parque de estacionamento, com uma capacidade de 530 lugares, localizado próximo da estação de Metro, irá proporcionar um efeito de descongestionamento de estacionamento em Santa Clara e permitir uma substancial melhoria no acesso aos transportes públicos, em particular ao metro da Ameixoeira. Para os utilizadores do parque será aplicado um tarifário, de custo reduzido, podendo este ser integrado com os passes de transporte público.

O projeto está a ser implementado pela Câmara Municipal de Lisboa e pela EMEL, e conta com o apoio da Junta de Freguesia de Santa Clara. Contempla uma área de cerca de 15 mil metros quadrados com zona de estacionamento, assim como uma zona verde.

 

Está prevista a colocação de vegetação, nomeadamente de carvalhos, choupos, e ainda outras espécies arbustivas, que vai permitir criar uma barreira verde entre o parque de estacionamento e a ciclovia, o percurso pedonal e o Eixo Norte-Sul. Esta cortina visual trará uma melhor integração e enquadramento paisagístico e vem assim minimizar o impacto visual do parque de estacionamento.

 

O acesso ao parque será assegurado por infraestruturas rodoviárias renovadas, nomeadamente através de dois arruamentos principais: um pela Azinhaga da Cidade, junto à estação de Metro, e outro pela Azinhaga de Santa Susana, cada um dos quais com uma entrada e uma saída do estacionamento.

 

Este parque de estacionamento integra uma nova rede de estacionamentos dissuasores, divididos por sete diferentes parques, que no total vão disponibilizar mais de 4000 novos lugares, próximos de estações de metro e de grandes vias de transporte, cujo objetivo é diminuir a entrada de automóveis no centro da cidade.

A construção já começou, a 27 de janeiro, prevendo-se a sua conclusão e entrada em funcionamento no próximo mês de abril.

 

Por ocasião do início das obras, a Sr.ª Presidente da Junta, Dr.ª Maria da Graça Pinto Ferreira, acompanhada de vários profissionais, receberam o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. Fernando Medina, e o Vogal do Conselho de Administração da EMEL, Dr. Jorge Alves Oliveira, assim como a equipa técnica.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload